archcine: cinema urbana

Uma sala de cinema no Setor Comercial Sul

O ARCHCINE - Festival Internacional de Cinema de Arquitetura aborda a arquitetura e a cidade por meio do cinema, ao apresentar produções audiovisuais que tratam da vida nas cidades, em suas diferentes escalas e complexidades. O evento teve 3 edições no Rio de Janeiro e em 2018 estreou pela primeira vez em Brasília. 

Com o tema PLURICIDADES, o Festival explorou as múltiplas cidades que formam o tecido metropolitano e suas paisagens em contínua construção e transformação: os fluxos e percursos diários, a relação centro-periferia, as questões de mobilidade, acesso a moradia, segurança, sustentabilidade, espaço público, para refletir sobre a forma como atualmente vivemos nossas cidades.

O ARCHCINE nasce da necessidade de ampliar, por meio do cinema, o entendimento da sociedade sobre a cidade e suas formas de constituição e convivência. Ao estimular o contato do público com uma cinematografia pouco exibida nos cinemas e festivais, apresentando filmes que convidem à reflexão social e arquitetônica no ambiente urbano, contribuindo para o debate em torno da cidade e da cinematografia sobre arquitetura.

Dentro desse contexto, o Coletivo MOB foi convidado para cocriar juntamente com a turma de mobiliário do Instituto Federal de Brasília (IFB), um ambiente externo em uma escadaria do Setor Comercial Sul (SCS), que seria palco das exibições externas ao ar livre das mostras de cinema. 

Os alunos do IFB produziram as cadeiras e mesinhas de apoio. Nós, juntamente com todos aqueles que se dispuseram a se juntar ao movimento, usamos bastante tinta, luz e plantas para criar uma sensação gostosa do lado de fora para os espectadores. As intervenções, ficaram como legado para os usuários dos espaços comuns do setor no dia-a-dia. 

Na segunda edição de participação do MOB, já em 2019, o evento foi comandado pelas meninas do Cinema Urbana. O coletivo nasceu da coprodução do ARCHCINE Brasília em 2018, e agora adquiria novos formatos. 

Nessa edição, que aconteceu na passarela central de pedestres do Setor Comercial Sul, pudemos abusar bastante das estruturas já existentes para criar a ambiência. Usando elementos simples como fita durex grossa e lambes, foi possível chamar a atenção e ampliar o olhar para os espaços comuns. 

Eventos como esse são a prova de que é tanto simples quanto valioso nos atentarmos para a amplitude de possibilidades que nossos espaços de cidade compartilhados oferecem. O olhar muda tudo. Seja ele cinematográfico, seja ele cidadão. 

Obrigada Cinema Urbana ! 

archcine scs

1/1

cinema urbana scs

1/1

parceria

© 2020 por MOB