O MOB nasceu da união de cinco amigas urbanistas que acreditam que as pessoas precisam resgatar o que chamamos de consciência coletiva. Na forma como tratamos o nosso vizinho, como produzimos e separamos o lixo dentro de casa, como escolhemos nos deslocar diariamente pela cidade, como (não) usamos um espaço público, ou seja, no real entendimento de que somos melhores quando compartilhamos um sentimento de coletividade. 

 

As aglomerações de pessoas são o que tornam um espaço, cidade. E é nas áreas comuns de convivência cotidiana onde ocorrem as trocas de ideias, valores, e finalmente a criação da identidade de uma população. Atualmente, vivemos estilos de vida tão individualizados que perdemos progressivamente a força enquanto grupo de pessoas que não só ocupam espacialmente áreas vizinhas, mas que realmente as compartilham e têm a mesma responsabilidade sob elas enquanto cidadãos.

 

Os espaços públicos são apenas um reflexo de como encaramos a cidade. Se achamos que estão depredados, sujos, mal cuidados, pouco atrativos, então é a maneira como escolhemos que estejam. E o MOB acredita que isso só mudará quando entendermos que o espaço comum é nosso, e não apenas de um governante ou uma empresa privada que não cuidou e não cumpriu o seu papel. Se queremos mudança, devemos dar o exemplo.

NOSSOS PRINCÍPIOS

DAR O EXEMPLO

Despertar e criar uma consciência coletiva a respeito de bons hábitos, tornando as cidades mais humanas, sustentáveis e em equilíbrio com o planeta. Fazer local pensando global.

CONECTAR

Pessoas, interesses, sonhos e cidade. Substituir espaços por lugares e incentivar o convívio para que se resgate o sentimento de pertencimento, gerando valor.

FAÇA-VOCÊ-MESMO

Empoderar pessoas para que se tornem protagonistas das cidades que desejam.

“Mais ação e menos blábláblá”

A RUA É NOSSA

Aproximar as políticas públicas do público, fazendo com que governantes, empresas privadas e cidadãos dialoguem e compartilhem responsabilidades sob a cidade.

PERTURBAR A ORDEM DAS COISAS EM NOME DA MUDANÇA

Questionar os valores quanto ao que é admissível. Não se conformar se não está de acordo com o que acreditamos.

quem somos

JÚLIA SOLLÉRO

Urbanista, ciclista e batuqueira nas horas vagas. Júlia gosta de transitar entre diferentes áreas de conhecimento do urbanismo ao design, do empreendedorismo social aos projetos culturais. Nos últimos anos se dedicou a projetos urbanos e à mobilidade urbana.  Ama movimentar e ocupar praças, parques e ruas sambando e tocando tambor!

MANUELLA CARVALHO

Urbanista viciada em papelaria e apaixonada pela Espanha. Manuella trabalha com Habitação de Interesse Social, Assistência Técnica e Planejamento Urbano. Tem foco em ações participativas para intervenção em espaço público.

NATÁLIA MAGALDI

Urbanista, designer, artista. Especialista em Projetos Sociais e Políticas Públicas, desde 2010 vem desenvolvendo estudos e trabalhos nas áreas de urbanismo tático, participação social, mobilidade urbana, design de serviços e políticas públicas, tudo em prol das pessoas! Acredita na ludicidade e no olhar das crianças como uma arma transformadora das cidades.

ANA GAMA DIAS

Mestre em políticas públicas, psicóloga e organizaholic. Formada em gerenciamento de projetos, Ana estuda formação de políticas públicas efetivas com abordagem de direitos humanos. Acredita na força do coletivo e no protagonismo individual para contribuir para causas de interesse social. Brasiliense morando em Montreal.

EDUARDA AUN

Urbanista, designer e jardineira nas horas vagas. Mestre em design urbano pela Parsons School of Design, Eduarda tem se dedicado a desenvolver ferramentas e visualizações que ajudem cidadãos a navegarem, contestarem e/ou transformarem suas cidades. No momento, está movimentando e ocupando bairros por Nova Iorque. 

com quem já trabalhamos

menções ao nosso trabalho

© 2020 por MOB